2 filmes – Como Não Esquecer Essa Garota, Para Sempre Alice

25 de novembro de 2015

Para Sempre Alice

Eu já tinha começado o projeto 2 álbuns, mas durante esse ano ficou difícil me organizar para conhcer novos álbuns e novos artistas.

Essa semana, enquanto estava em casa, decidi assisitir Grey’s Anatomy. Porém, ao abrir o Netflix, vi tantas oportunidades de filmes e séries diferentes, que decidi mudar os planos. Decidi ver um filme diferente, que nunca tinha ouvido falar. Então assisti dois filmes, em seguida:

Como Não Esquecer Essa Garota  (Remember Sunday)

Escolhi esse porque tinha a queridinha Alexis Bledel, de Gilmore Girls. O filme conta a história de Gus, um astrofísico que após um aneurisma perdeu a capacidade de guardar as mémórias recentes. Ou seja, ele perde todas as lembranças do dia durante o sono da noite. Então ele conhece Molly, uma linda garota cheia de sonhos que está vivendo uma série de problemas por causa de sua situação financeira e amorosa. O problema é que ele não conta sobre sua condição e quando Molly descobre a confusão toda é instalada. O filme é bem parecido com o Como se fosse a primeira vez (50 First Dates), mas sem a parte da comédia. O filme é simples, uma ótima pedida para passar a tarde relaxando com um romance cinematográfico. Achei muito amorzinho e chorei várias vezes por causa do amor entre os personagens.

Para sempre Alice (Still Alice)

Alice Howland (Julianne Moore) é uma professora de línguistica que possui uma carreira brilhante, mas de repente começa a sentir que há algo de errado com ela. Então decide visitar o neurologista, que a diagnostica com um tipo raro de Mal de Alzheimer. A história mostra a evolução da doença e a reação da família, de como é dificil para eles verem seus entes queridos perderem a memória, as lembranças. Gostei do filme e da atuação da Moore, que lhe rendou o Oscar de melhor atriz.

O interessante nos filmes assistidos é que ambos falavam sobre memória e a importancia delas para as pessoas. Após as duas sessões, fiquei pensando em como nosso cérebro, nosso corpo pode ser traiçoeiro. Em ambos os filmes os problemas apareceram sem o controle dos personagens. A vida é assim: você está feliz fazendo tudo certo e muito mais e bam, a vida te prega uma peça. É a realidade, é assim que as coisas acontecem. Por isso que temos que viver, sermos bons e aproveitarmos as coisas da melhor forma possível. Pois um dia, você pode ter as memórias e no outro você não irá lembrar de como amarrar o tênis.

Já assistiram algum desses filmes? Gostaram ou não? Tem alguma sugestão interessante? Deixe nos comentários suas indicações

Mil beijos e até mais!

 

Veja também

Nenhum comentário no blog
comentários pelo Facebook

Deixe seu comentário