5 vezes que a vida me fez rockeira #rotaroots

13 de julho de 2015

radioread

Quanto tempo não faço os posts do #rotaroots, minha gente! Só as férias mesmo para conseguir essa proeza em minha vida. Sinto muita falta de conseguir escrever a partir dos temas liberados pelo grupo só amor dos blogs.

Hoje é o dia do rock e então escolhi esse meme para dizer porque esse gênero musical me encanta tanto e ocupa mais de 60% da minha pasta de músicas no computador. Não sou uma rockeira de carteirinha, mas me considero uma.

Acho que há muitos motivos que a vida me tornou rockeira, sabe. Porém decidi colocar aqui apenas 5 fatos que são mais relevantes para a minha vida.

1 – Infância com as tias ouvindo rock nacional!

Quando eu era criança, meus trabalham e quem cuidava de mim e do meu irmão geralmente eram as minhas tias mais novas. Isso lá o final dos anos 80 para os anos 90. E quem fazia a cena do rock nacional nessa época eram os Titãs, Kid Abelha, Nenhum de Nós e tantas outras bandas que encheram (e ainda enchem) nossos ouvidos com músicas maravilhosas. Minhas tias amam essas bandas, pois fizeram parte da adolescência delas. Quando ficávamos a tarde sempre rolava música em alto e bom som para dançar e cantar. Me amarrava em ficar cantando (ou seria gritando?!) Camila, Camila e pulando na sala. Ohh! tempo bom!

2 – Legião urbana

Justamente por causa do item acima que comecei a ouvir Legião Urbana. Já gostava das canções por causa das tias e pelas rádio. Acho que todo mundo tem uma fase musical que só escuta Legião Urbana. Eu tive essa fase e minha mãe até disse uma vez que eu fiquei um pouco rebelde por causa da banda. Eu acho que foi só o pontapé inicial para apreciar uma boa música, um bom rock.

3 – Meu walkman

Música me move desde criancinha e logo vi a necessidade de um item no qual pudesse desfrutar do prazer de ouvir músicas. Gente, eu carregava aquilo para todo o canto. E horas e mais horas ouvindo a Rádio Cidade com os melhores sons do mundo. Gravava as músicas prediletas da rádio e carregava para cima e para baixo com os sons do Legião Urbana, do U2, do Radiohead e tantas outras bandas de rock.

4 – Meu irmão Leo

O que seria do meu gosto musical sem as indicações do meu irmão? Alguns dos meus artistas preferidos só conheci graças a ele e suas indicações. Ele me apresentou várias bandas e sons legais e continua me mostrando novos artistas. Sem contar que ele é meu companheiro de shows e de cantorias com o violão (cof cof cof) e o Rockband.

5 – Show do Radiohead

Meu primeiro show de rock com a minha banda favorita. Primeira vez que me senti uma fã completa. Muita emoção gente! Estar ali ao vivo ouvindo as músicas que tanto ama e ouve nos fones de ouvido, não tem preço. É uma sensação sem descrição, é muita alegria, é muita emoção, é muito Rock’nRoll.

Este post foi o tema do mês de julho da Blogagem Coletiva do Rotaroots – Blogueiros de Raiz, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais.

Mil beijos e até mais!

Para acompanhar todas as novidades do Prateleira de Cima:
Facebook Instagram | Youtube | Twitter | Bloglovin‘ | Skoob 

Veja também

Nenhum comentário no blog
comentários pelo Facebook

Deixe seu comentário