8 de setembro de 2011

8 de setembro de 2011

Há 26 anos de uma manhã de domingo ensolarado eu cheguei ao mundo. Muito esperada, muito querida, muito mimada, muito antes de sair de dentro da barriga da minha mãezinha.

Fui a menina depois da outra menina, que deixou esse mundo vazio de filha, sobrinha e neta e deixando muita tristeza e vazio na vida dessas pessoas.

A mais velha de uma penca de meninos. Saudável, pequena (desde sempre) e amada. Passei a infância como qualquer outra criança normal, com alguns detalhes diferentes: operada aos 5 anos, pais separados aos 6, pais casando de novo aos 7. Porém nada que mudasse tão fortemente alegria de ser criança.

Ao longo desses 26 anos lembro ainda das comemorações dos meus aniversários:

  • aos 3 anos, um bolo que até hoje lembro do sabor dele;
  • aos 4 anos uma festa de aniversário na casa da vovó muito divertida;
  • aos 5 anos um bolinho com os amiguinhos do prédio.
  • aos 6 anos, me recuperando das cirurgias, a festa da moranguinho que até hoje tendoentender como coube tanta gente naquele apartamento minusculo;
  • aos 8 anos, a festa das margaridas na casa da tia Esther com os amiguinhos da rua.
  • aos 10 anos, mais um bolo com os amigos e familiares.

A adolescencia chegou e com ela a frequencia de comemorações diminuiram. Só lembro das comemorações depois dos 15 anos no qual houve duas celebrações: uma festinha em casa com a família e os amigos mais chegados e um churrasco com os familiares por parte do meu pai.

  • aos 17 anos, minha primeira festinha surpresa com os amigos de escola. Foi inesquecível
  • aos 20 anos, minha segunda festa surpresa, agora com os amigos da faculdade. Nunca desconfiei de nada, em nenhuma das festas.
  • 21, 22, 23, 24 anos … almoços na minha casa com a presença das minhas melhores amigas sempre.
  • e aos 25 anos um bolinho surpresa que meu amorzinho comprou para mim. Sozinhos, mas tão chei0 de amor e carinho.

Agora estou qui, completando 26 anos. Provavelmente, hoje vai ser um dia comum como anteontem (ontem foi, é e sempre será feriado) ou como amanhã. Vou comemorar com um bolinho com os colegas de trabalho, cantar parabéns, assoprar velhinhas.

Hoje vai ser um dia cheio de telefonemas, mensagens, recados, emails me desejando parabéns. Espero que esteja ensolarado, para torná-lo mais especial.

Não quero pensar na vida, nem no fato do que estou fazendo aqui nesse mundo. Quero celebrar mais esse ano, me sentir feliz com pessoas queridas.

Tenho 26 anos e vivo uma vida muito diferente que imaginei há 10 anos atrás. Mas estou extremamente feliz com essa vida que estou tendo. Aprendendo, mudando, me entendo … vivendo.

Saudades de receber os abraços de minha mãe nesse dia, me acordando mansinho, fazendo “pacotinho de karin” na cama; dos telegramas do meu pai me desejando feliz aniversario; dos familiares e dos seus carinhos; das risadas, caras e poses para as fotos com as amigas… Saudades, muitas.

Feliz aniversário para mim!!!

 

Veja também

1 comentário no blog
comentários pelo Facebook

  • Reply Samantha M. 8 de setembro de 2011 at 13:00

    Feliz aniversário!

  • Deixe seu comentário