A Cabana, de William P. Young

7 de Março de 2012

A CabanaA Cabana, escrito por William P. Young, é um daqueles livros que todos querem ler (ou devem ler). Na época de seu lançamento, em 2007, foi uma febre: todo mundo lia e comentava sobre ele. É um best-seller com mais de 12 milhões de cópias vendidas. Eu não estava nessa febre para ler. Tinha curiosidade, mas acho que era o período em que eu não andava lendo muito. Amigos haviam comentado sobre o livro e o interesse meio que aumentou. Alguns meses atrás comprei o livro em alguma promoção da vida e decidi que era hora de ler.

A Cabana conta a história de Mack, um homem que sofre com a perda da sua filha Missy, que foi raptada e morta durante um acampamento de fim de semana. Por 3 anos e meio, ele vive a “Grande Tristeza” até o dia em que recebe um misterioso bilhete convidando-o para uma visita a Cabana onde foi encontrado indícios de que sua filha tinha sido assassinada ali. O mais incrível é que o convite foi feito por Deus.

Mack encontrará Deus e viverá uma experiência inacreditável durante todo o fim de semana, aprendendo e tentando encontrar uma resposta para uma única pergunta: “Se Deus é tão poderoso, por que não faz nada para amenizar nosso sofrimento?”

A história realmente é comovente. Os ensinamentos contidos no enredo nos faz pensar sobre os propósitos de Deus. Durante toda a leitura, há uma analise do que realmente é Deus, seu papel e sua importância em nossas vidas e em nosso mundo. Confesso que teve momentos que eu quis desistir de continuar lendo porque comecei a achar muito repetitivo e certas partes poderiam ter sido um pouco mais concisas. O diálogo às vezes se tornava confuso e em determinadas horas não chegava a lugar algum. Talvez por causa disso não tenha sentido tanta emoção no clímax da história.

A Cabana é uma boa opção de leitura e de presente. Principalmente para aqueles que precisam de alento aos seus corações.

Veja também

5 comentários no blog
comentários pelo Facebook

  • Reply Joice Larissa 7 de Março de 2012 at 22:24

    Uma vez eu pedi na biblioteca do Banco, sabe na ondinha, chegou e eu nem sabia sobre o que era.. achei que era sobre uma coisa totalmente diferente. Na verdade, eu achava que era de suspense,.. pois é.. A decepção foi tanta, que nem passei das primeiras páginas.. Não faz muito meu tipo..

  • Reply Carol Espilotro 8 de Março de 2012 at 21:14

    Eu li esse livro por ser justamente diferente, e no fim, gostei. Acabei pensando bastante na vida rs

    Beijos, World of Carol Espilotro x

  • Reply Jeh Asato 8 de Março de 2012 at 22:29

    *-*
    Achei o livro realmente muito bom! Claro que algumas ideias eu achei estranha, não vão de encontro ao que eu acredito mas é muito bom mesmo, introspectivo né? Eu não sei se conseguiria perdoar o assassino de alguém que eu amasse tanto… Lembro que chorei muito quando o autor descreveu a cena, bem no começo… 😡

    Beijos e parabéns pela resenha!
    ;*

  • Reply Ismael Ph 6 de agosto de 2012 at 00:08

    Eu tinha TANTO preconceito quanto a esse livro que cheguei até a lê-lo mas larguei no primeiro capítulo, tamanha era minha aversão.
    Mas então dia desse, num completo vácuo literário, li o livro e amei! O tema realmente me fez refletir e me ajudou a mudar muita coisa na minha vida! A história é ótima!

  • Reply juliano cesar de oliveira 9 de Maio de 2014 at 11:20

    Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha…me fez se interessar pelo livro….mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei… se trata de um livro arrebatador…ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos…..e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história…..acesse o link da livraria cultura e digite reverso…a capa do livro é linda
    http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

  • Deixe seu comentário