Anna e o beijo Francês, de Stephanie Perkins

15 de setembro de 2017

Anna e o beijo Francês, Stephanie Perkins

Anna Oliphant não está nada entusiasmada com a ideia de se mudar para Paris. Porém, seu pai, um famoso escritor norte-americano, decidiu enviá-la para um colégio interno na Cidade Luz. Anna prefere ficar em Atlanta, onde tem um bom emprego, sua fiel melhor amiga e um namoro prestes a acontecer. Mas, ao chegar a Paris, ela conhece Étienne St. Clair, um rapaz inteligente, charmoso e bonito, que além de muitas qualidades, tem uma namorada…
Anna e Étienne se aproximam e as coisas ficam mais complicadas. Será que um ano inteiro de desencontros em Paris terminará com o esperado beijo francês? Ou certas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer? Fonte Editora Novo Conceito

Anna e o beijo Francês

Quando Anna é mandada pelo Pai (um autor famoso nos estados unidos) para um internato na França, para passar seu último ano do colégio em uma escola para Americanos em Paris ela não imagina o quanto sua vida iria mudar. Além de não falar nada de francês Anna não queria deixar seu irmão, seus amigos e nem sua mãe, (Anna é filha de pais separados) com todo o mau humor possível ela tinha certeza que esse ano fora do país era um tipo de castigo que seu pai estava impondo.

“Isto é tudo o que sei sobre a França: Madeline, Améline e Moulin Rouge. A Torre Eiffel e o Arco do Triunfo, embora eu não saiba qual a verdadeira função de nenhum dos dois. Napoleão, MAria Antonieta e vários reis chamados Louis.Também não estou certa do que eles fizeram, mas acho que tem alguma coisa a ver com a Revolução Francesa, que tem algo a ver com o Dia da Bastilha.”

Ao chegar em Paris na School of American, Anna precisa ultrapassar a barreira linguística e tudo parece ser mais assustador quando você é a garota nova, fazer novos amigos pode ser mais desafiador do que parece, porem ela conhece Meredith (que mora no quarto ao lado do alojamento de Anna) Mer é a primeira pessoa com que Anna faz contato e logo é apresentada para Josh, Rashimi e St.Clair (Étiene St. Clair), que é um garoto americano, de sotaque britânico pelo qual Anna vai se apaixonar quase instantaneamente (provavelmente seu próximo crush literário também); o único problema é que St. Clair tem uma namorada.

O garoto lindo sorri. Seus dentes são adoráveis…
– Étienne – ele diz – Eu moro no andar de cima. Eh-t-yen pronuncia meu nome assim: Ah-na.meu coração pulsa, pulsa, pulsa no meu peito.

Apesar de se sentir quase sempre muito deslocada, por ser a garota nova que quase não fala francês, Anna não está imune aos encantos de Paris, nem de St. Clair, tirando obviamente todo charme de Paris (porque infelizmente meu pai não me mandou pra um internato na França) a escrita da autora é tão envolvente que é quase impossível não se apegar aos personagens e suspirar com as paisagens descritas; com problemas que quase todos adolescentes já enfrentaram em algum momento Anna, se apaixona, faz novos amigos, estremece laço com antigos.

É possível que lar seja uma pessoa e não um lugar?

Crescer não é fácil, mas sem dúvida vale muito a pena quando se chega ao final de um ciclo e esse livro é uma daqueles aquece o coração, Anna é viciada em cinema e se você gosta um pouquinho o livro é recheado de boas referências e indicações.

Entre maus entendidos, rompimentos, paixões dentro do círculo de amigos que nos diverte, ainda temos espaço para um problema de saúde da mãe de St.Clair (que nos assusta), um pai Intragável (coitado do garoto não merecia um pai daquele) e amigos que estão vivendo as mesma descobertas que você todos, a mistura desses clássicos do YA nos entrega no fim uma Anna mais confiante e um Étienne ainda mais charmoso se é que isso é possível e uma história de deixar o coração quentinho.

Anna e o beijo francês
Autora: Stephanie Perkins | Editora: Novo Conceito
Páginas: 288 | ISBN: 9788563219329
SkoobGoodreads
Para ler: Amazon | Saraiva

Osculos e Amplexos, Karina.

Veja também

1 comentário no blog
comentários pelo Facebook

  • Reply Isla e o final feliz, de Stephanie Perkins - Prateleira de Cima 10 de novembro de 2017 at 08:40

    […] e o final feliz fecha a “trilogia” que começou com “Anna e o Beijo francês” e depois “Lola e o garoto da casa ao lado”, dessa vez o casal será Isla (que teve uma […]

  • Deixe seu comentário