As pessoas queridas que viram estrelas

1 de Abril de 2015

_DSC4965Câncer

Não tenho medo dessa palavra. Falo com todas as letras. Acho que é a melhor forma de enfrentar todas as coisas que ela traz.

A primeira vez que ela apareceu na minha vida, eu tinha apenas 8 anos. Para mim, veio sutil e transformou a minha vó paterna em uma estrela.

Muitos anos depois, muitos mesmos. Ela voltou  e transformou o meu tio-avô em mais uma estrela.

A sua sombra ficou rondando pelos arredores, esperando. Até que em 2011, ela apareceu novamente. Dessa vez, na minha vó materna. Ficou por um ano até transformá-la em estrela também. Foi doloroso, triste e sofrido. E doeu. E dói muito até hoje.

Em 2013, ela apareceu de novo. Dessa vez em minha mãe, mas nela foi combatida bem cedo e hoje ela está em remissão (termo utilizado em Medicina para designar a fase da doença em que não há sinais de atividade dela, mas não é possível concluir como cura). Meu avô também está em tratamento!

Essa semana mais uma estrela surgiu no céu.

_DSC4920Wanessa, uma amiga, que estava lutando bravamente, cumpriu sua missão aqui na terra e agora é uma estrela guiando todas as pessoas que a amavam. Conheci essa menina durante a adolescência, era amiga de infância de uma amiga. Saiamos para noite todas juntas ou sempre a encontrava nos aniversários dos amigos em comum.

Meiga, doce, amiga, Wanessa estava sempre sorridente. Era seu sorriso largo que nos encantava. Lembro dela nas rodas de amigos ou nas baladas dizendo para mim “tá perigoosaaa hein, karin” (tempos de solteirice!). Era bem humorada e divertida. Sempre temente a Deus, tinha sua fé inabalada por nada nesse mundo. Estava sempre rodeada de amigos leais e companheiros que fazem qualquer coisa um pelo outro. Amizade dessas meninas é bonita de ver. Nos últimos tempos estavam lá juntas, a ajudando enfrentar todas as barreiras que surgiam na frente. Apoiando, dando força, sendo amiga! Infelizmente foi feita a vontade de Deus e agora ela está sem dor e sofrimento, onde há luz e amor.

Essa situação toda mexeu muito comigo. Wanessa tinha mais ou menos a minha idade. Estou longe, mas senti o sofrimento das minhas amigas que estavam lá dando apoio e unindo todas as forças por sua melhora. Acompanhei nos últimos dias todas as mensagens de apoio e fé que rolavam no Facebook

Estou na fase da raiva, não era justo com uma menina de tantas boas qualidades e coração puro ter tido uma vida tão breve. Sei que cada um de nós tem uma missão nesse mundo e que ela cumpriu a dela. Mesmo assim não acho justo! Ela tinha toda uma vida pela frente. Estou tentando não alimentar esse sentimento

_DSC4920As pessoas me perguntam se tenho medo de morrer. Não tenho medo! Eu tenho medo de não viver, de não conseguir viver as coisas boas que tem nessa vida para ser vivida, experimentada e curtida; de não conseguir realizar os meus sonhos e meus planos. Tenho medo disso. O câncer é algo que me rodeia, está no meu gene. Pode ser que sim, pode ser que não. Essa doença é algo que não desejo para ninguém nesse mundo. Ninguém mesmo.

Isso tudo me fez refletir. O câncer é uma doença que aparece quando menos esperamos. Ela se manifesta das mais diversas maneiras. Pode aparecer brando e curável ou agressivo e terminal. Não importa a maneira, é preciso ter fé e lutar para que dê tudo certo. Precisamos estar rodeados de pessoas e energias boas. Devemos plantar amor, pois é nessas horas que colhemos os frutos. Wanessa era uma pessoa boa e nos momentos que mais precisou, tinha ao seu lado só pessoas que queriam seu bem, que rodariam o mundo por ela. Sejam bons com as pessoas, com os amigos, com a família. Digam que os ama, façam coisas boas, coisas positivas. Não deixem para amanhã para fazer um gesto de amor e carinho, para demonstrar o quanto as pessoas ao seu redor são importantes. Sejam gratos. Sempre!

20121122_191219Quero deixar os meus sentimentos para todos os familiares e amigos. Queria poder está no RJ agora, para dar minha última homenagem a ela, poder confortar os meus amigos e dar o meu colo para chorarem, para podermos chorar juntos. Para poder ser um amiga para eles.

Wan, sabemos que você cumpriu a sua missão aqui na terra. Agora está ao lado de Deus, sendo uma estrela brilhante, cheia de luz, cuidando de nós. Sentiremos muitas saudades de ti, mas saiba que estará sempre presente em nossos corações nos melhores momentos de nossas vidas.

Obrigada Wan, por ter feito parte da minha vida.

Veja também

5 comentários no blog
comentários pelo Facebook

  • Reply Amanda Almeida 7 de Abril de 2015 at 11:05

    Oi Karin, tudo bem?
    Tenho a certeza, que mesmo de longe, sua amiga sentiu todo o carinho e a força que você passou pra ela. Eu imagino que deve ser duro, e muitas vezes é até impossível não sentir um pouco de revolta, pois essas pessoas tão especiais deviam ser as com maior tempo. Mas por outro lado, elas aproveitaram e amaram tanto durante seu tempo que fizeram deste mesmo tempo algo muito especial.
    Te desejo toda a força, e sei que não há muito o que se desejar. Nessas horas nada do que possa ser dito melhora de verdade. Então te desejo apenas força, e tenha a certeza de que um dia você vai ver ela de novo.
    forte abraço.
    Amanda Almeida

    • Reply Karin de Oliveira 16 de Abril de 2015 at 10:38

      Amanda, obrigada pelo comentário e pela mensagem de força.
      Também tenho certeza que irei vê-la um dia!
      Mil beijos!!!

  • Reply Gabi Assis 15 de Abril de 2015 at 08:21

    Tinha um professor que dizia: viver é colecionar ossos. Esse post me fez lembrar dessa frase, que apesar de mórbida e dolorida não deixa de ser verdade.
    Grande beijo

    • Reply Karin de Oliveira 16 de Abril de 2015 at 10:43

      Gabi, essa afirmação é forte pacas. E verdadeira.
      Me fez refletir um pouco sobre a vida as relações.
      Mil beijos!!!

  • Reply A efemeridade da vida - Prateleira de Cima 6 de Fevereiro de 2017 at 20:47

    […] aí o mundo me mostrou pela primeira vez que não era bem assim. Hoje aconteceu de novo! Uma vida jovem se foi de forma inesperada e […]

  • Deixe seu comentário