Buenos Aires com mamãe 2013: 3º dia

8 de outubro de 2013

buenosaireszoo

Sim!!! Eu fui ao famigerado (e controverso) Zoológico de Luján. Tínhamos combinado ir visitá-lo na quinta-feira e chegamos ao local bem cedinho.

O Zoológico de Luján fica fora da cidade de Buenos Aires e virou rota dos turistas que visitam a Argentina pela possibilidade de poder entrar nas jaulas e tirar fotos com os animais. Sim, você pode tirar foto com leões, tigres, iguanas, pássaros, etc. Muito se fala sobre as condições dos animais, que eles estão dopados e medicados para poderem ser fotografados.  Falarei sobre isso mais a frente.

buenosaireszoo6

O parque é enorme e muitos argentinos vão até lá para fazer piquenique, passar o dia com a família e se divertir com os animais. Era a última semana de férias escolares então já sabem como estava o movimento por lá mesmo sendo um dia comum.

Entramos logo na fila das jaulas dos tigres e esperamos por cerca de uns 30 min. Na jaula havia uns 3 tigres, mas apenas um estava disponível para tirar foto. O pessoal da jaula falou que há um revezamento entre os tigres para que não haja desgaste e estresse nos bichinhos. Além disso há um cachorro que meio que “adestra” os “gatinhos”.

buenosaireszoo2

Há todo um roteiro para tirar foto com os animais: onde ficar, a maneira de acariciar, onde acariciar, o que pode fazer e tal. Eu estava literalmente tremendo na hora que tirei a primeira foto. É um nervoso muito grande e é muito estranho ver tão de pertinho animais que só vemos em caçadas na Discovery Channel ou no máximo em zoológicos tradicionais a metros de distância! O medo reinava e essa foto foi a que eu tirei mais próxima desse tigre. Estava muito apreensiva e com medo desse bichão levantar e pular em cima de mim. Seria engolida em uma unica abocanhada!

buenosaireszoo1

Após as jaulas dos tigres, corremos para a jaula dos leões. Tigres e leões são os favoritos dos parques, então as filas são as maiores. Esperamos mais uns 40 minutos e até encontramos uns brasileiros nela.

A leão é um animal muito lindo mesmo, mas mesmo assim o medo era enorme. É surreal a experiência de entrar em uma jaula cheia de leões. Não lembro muito de quantos haviam lá dentro, mas havia um deitado tomando um solzinho e outro mais agitado, andando de um lado para o outro na grade da jaula.

buenosaireszoo3Depois dos leões queríamos ir na área dos repteis como cobras e lagartos, mas haviam fechado o local por 2 horas (acho que era tipo hora de almoço). Deixamos para outro momento e seguimos para a jaula de outro animal.

buenosaires4Claro e evidente que haviam muitos outros animais, mas só íamos até as jaulas daqueles que nos interessavam. E assim fomos até os elefantes.

Elefantes são bichinhos muito interessantes e brincalhões. Foi a maior diversão a foto que tiramos deles.

buenosaireszoo4Queria ter tirado uma foto sozinha com eles, mas não deu. Só achei que estavam um pouco com o couro meio ressecado, tipo com aparência que precisavam de um pouquinho de água.

Queríamos ter visitado as jaulas de outros animais, mas já estávamos ficando cansadas. No final, encontramos uma fila gigantesca de crianças para tirarem fotos com os filhotes. Crianças não podem tirar fotos com os leões e tigres por uma questão de prevenção. Os adestradores contam que as crianças podem se assustam, gritar e consequentemente assustar os bichos. Por isso há um setor só com os filhotinhos para eles poderem ver, acariciar e tirar fotos.

buenosaireszoo5Muita fofura esse “simba”. Parecia que tava posando para mim.  Tirei muitas fotos de outros animais, mas achei que nenhuma outra ficou suficientemente boa pra colocar aqui no post. E eu também não queria cansá-los com tantas fotos.

Na questão dos animais estarem dopados ou não. Sei lá, não sei muito como explicar. Os cuidadores nos informarem que os animais, principalmente os felinos (leões, tigres, etc) são criados desde novinhos com cachorros. Os cães os “ensinam” que os humanos não são uma ameaça, além disso é outra coisa animais selvagens criados em cativeiro. Só que isso não impede de seu extinto de sobrevivência existir. É tipo o que ocorre com o leão Alex do filme Madagascar. Achei que alguns animais estavam com uma aparência de dopados e outros não, mas no geral pareciam que eram bem tratados e os tratadores tinham um carinho e cuidado com eles.

Após o zoológico, fomos até o centro da cidade, para conhecer a Catedral de Luján.

buenosaireslujan

A Catedral de Luján passou a ser muito visitada por turistas argentinos e de outros países principalmente após a nomeação do Papa Francisco, já que ele rezava missas nessa igreja.

buenosaireslujan2

A igreja é linda e monumental, tanto por fora quanto por dentro, cheio de detalhes. Não conheço muito de estilo arquitetônico, mas parece gótico (amigos arquitetos e conhecedores de arte, me corrijam caso eu esteja errada).

buenosaireslujan1

O dia estava super fotogênico e aproveitei para tirar umas fotos das duas torres. Nosso guia nos contou que foi uma grande surpresa para a argentina a nomeação do Papa Francisco. Falou também que o país ficou surpreso e totalmente em festa com a indicação.

buenosaireslujan3

Esse é o interior da catedral. Estava havendo missa, mas muita coisa não conseguia entender por conta do idioma. A energia e a paz que havia ali dentro era fantástica. Saímos purificadas e com fé renovada.

Esse foi o nosso terceiro dia em Buenos Aires. Para aqueles que gostam de zoo e de não se importarem com as questões de doping dos animais, é uma dica de passeio quando estiver em Buenos Aires. Ainda tem mais posts contando sobre essa viagem com novidades e dicas.

Para saber todas as novidades do Prateleira de Cima: Facebook Twitter Instagram | Loja Online

Veja também

4 comentários no blog
comentários pelo Facebook

  • Reply Camila Faria 10 de outubro de 2013 at 16:17

    Zoológico não é para mim, fico nervosa de ver todos aqueles animais presos… Adoro Buenos Aires e sempre que vou pra lá alguém diz que eu tenho que visitar o Zoológico de Luján, mas não tem jeito, não gosto mesmo. A sua foto com o leão ficou sensacional, dá até medo!

    • Reply Karin 12 de outubro de 2013 at 10:57

      Camila, medo era exatamente o que eu estava sentindo, eu não conseguia relaxar nem pra fotografar.
      Beijos.

  • Reply Tany 10 de outubro de 2013 at 22:08

    Eu não sabia que o zoológico de Buenos Aires era tão elgal! Poxa, se eu soubesse que podia tocar nos bichinhos teria ido pagar uma visita, mas achei que seria como qualquer outro. 🙁
    Espero mesmo que eles não sejam mal tratados, mas acho que, no geral, zoológico nunca é bom pra animal. Eles podem receber o melhor cuidado, mas acho que pra serem tão dóceis, alguma coisa tem, já que é do instinto deles se defender e ser livre, coisa que também não são. 🙁

    Mas lindas fotos. Ansiosa para o resto dos dias!

    • Reply Karin 12 de outubro de 2013 at 10:56

      Tany, esse zoo não é o que fica na cidade de Buenos Aires. O zoológico de Luján fica a uns 40 min de BsAs. Nesse realmente podemos tocar nos bichinhos.
      Beijinhos

    Deixe seu comentário