Desejos literários #1

6 de julho de 2011

Oie

Hoje venho com uma lista de livros que não só gostaria de ler como também de ter. Sou bibliófila nata e há muitas obras que gostaria de ter em minha coleção. Alguns desses exemplares estão na lista que segue:

1 – 3096 Dias

Natascha Kampusch sofreu o destino mais terrível que poderia ocorrer a uma criança: em 2 de março de 1998, aos 10 anos, foi sequestrada a caminho da escola. O sequestrador – o engenheiro de telecomunicações Wolfgang Priklopil, a manteve prisioneira em um cativeiro no porão durante 3.096 dias. Nesse período, ela foi submetida a todo tipo de abuso físico e psicológico e precisou encontrar forças dentro de si para não se entregar ao desespero.

2 – Tigre, tigre

Tudo começou com uma inocente brincadeira com uma simpática família numa piscina pública de Nova Jersey. Margaux, então com apenas sete anos de idade, encantou-se ao avistar dois meninos brincando com o pai. A felicidade que eles irradiavam era tão sedutora que Margaux não resistiu: afastou-se da família e perguntou ao homem, cujo nome era Peter, se podia brincar com eles. A resposta afirmativa marcou o início de um sonho que acabou por transformar-se em pesadelo: um relacionamento doentio começaria entre Peter, então com 51 anos, e a pequena Margaux. Tigre, tigre é o assombroso relato em primeira pessoa desta história real. Elogiado pela crítica especializada pela sensibilidade e sinceridade com que trata um tema tão delicado, o livro traça um perfil sem precedentes da mente de um predador, pelo ponto de vista da vítima

3 – Ler, Viver e Amar em Los Angeles

Dora cura a sua tristeza lendo – às vezes por dias consecutivos. Separada pela segunda vez, sua vida se resume a ficar na banheira com vinho e livros – de Tolstoi a Mark Twain, de Flaubert a Jane Austen. Best-seller e livro cult na Costa Oeste americana mostra como a boa literatura pode ser reconfortante e um chave contra os momentos mais difíceis da vida. Tudo isso tendo como cenário a luxuosa Los Angeles, suas lojas, paisagens e ruas que moram no imaginário dos amantes de cinema e dos seriados de TV.

4 -Amei, perdi, fiz espaguete

Melucci é uma garota italiana do Brooklyn que adora cozinhar para seus pretendentes. Na busca pelo homem perfeito, ela só encontra uma sucessão de relacionamentos fracassados. Neste livro, a autora narra sua história real e inclui as deliciosas receitas que afastaram dezenas de homens de um compromisso amoroso com ela.

5 – Quarto

Para Jack, um esperto menino de 5 anos, o quarto é o único mundo que conhece. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua mãe, enquanto eles aprendem, leem, comem, dormem e brincam. À noite, sua mãe o fecha em segurança no guarda-roupa, onde ele deve estar dormindo quando o velho Nick vem visitá-la.

O quarto é a casa de Jack, mas, para sua mãe, é a prisão onde o velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. Então, ela elabora um ousado plano de fuga, que conta com a bravura de seu filho e com uma boa dose de sorte. O que ela não percebe, porém, é como está despreparada para fazer o plano funcionar.

Ainda há mais livros … mas isso a gente deixa para outra postagem.

Veja também

1 comentário no blog
comentários pelo Facebook

  • Reply Karin 6 de julho de 2011 at 10:57

    Sinopse do livro Quarto

    Para Jack, um esperto menino de 5 anos, o quarto é o único mundo que conhece. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua mãe, enquanto eles aprendem, leem, comem, dormem e brincam. À noite, sua mãe o fecha em segurança no guarda-roupa, onde ele deve estar dormindo quando o velho Nick vem visitá-la. O quarto é a casa de Jack, mas, para sua mãe, é a prisão onde o velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. Então, ela elabora um ousado plano de fuga, que conta com a bravura de seu filho e com uma boa dose de sorte. O que ela não percebe, porém, é como está despreparada para fazer o plano funcionar.

  • Deixe seu comentário