Drops da Prateleira Junho 2017

19 de julho de 2017

Sim, eu sumi desse blog!

Por motivos de: sem motivação para escrever causados pela chegada do inverno e da vida adulta que sempre nos força a deixar os prazeres da vida em segundo plano.

Esse post deveria ser publicado todo mês. Porém, eu enrolo, enrolo, enrolo e ele acaba não saindo porque demoro muito para escrever e parece que depois de um tempo ele perde o sentido por aqui.

O inverno chegou e a minha disposição para ser alguém na vida foi embora na mesma proporção. Cada vez que fica mais frio, mas quero ficar na cama hibernando. Sério, hibernar deveria ser algo biológico para a espécie homo sapiens. Eu sei que muita gente está amando a chegada do inverno e invejo vocês que conseguem ser tão produtivos nessa época do ano. Mas aqui só temos energia mesmo para contar os dias para a chegada do verão.

Fui duas vezes ao RJ: a primeira para o aniversário de 60 anos do meu pai (foto acima com a turma toda), com direito a festa junina e ver gente querida que não via há muito tempo; e a segunda vez para o niver da minha mãe que também teve festa junina, fogueira de São João e ver gente querida que não via há um tempo (também tem foto aí embaixo). Foi um mês cansativo. Ir ao RJ sempre é muito cansativo. Gratificante, matamos as saudades, mas é cansativo.

Mamis no seu niver com a filharada toda!

Junho foi um mês que passou que nem vi e eu estava apenas existindo. O tempo corria e as coisas não aconteciam. E muito disso graças a saga comprar ingressos para o show do U2 que vivo por algumas semanas. Foram diversos dias virando a madrugada e indo trabalhar igual zumbi sem conseguir entrar no sistema para efetuar a compra. Foram dias de pura frustração até que no momento que estava quase desistindo de realizar esse desejo: uma força mágica aconteceu e conspirou a favor. Sério, nunca desistam dos seus sonhos. Vão até o fim, porque essa saga do show do U2 provou que paciência e persistência são a força motriz para a concretização de sonhos.

Por causa dos problemas com os ingressos do U2, perdi a oportunidade de assistir um pocket show da MEL C. Sim, a Mel C das Spice Girls, meu quinteto favorito da adolescência e de todos os tempos da vida. Mais uma frustração para conta. Vocês tem noção que eu iria poder ver uma das 5 meninas que me inspiraram durante toda adolescência a menos de 10 metros de distancia, poder cantar suas músicas e estar ali tão pertinho ouvindo sua voz? Os olhos ficam “tudo molhado” só de pensar nessa possibilidade que nem nos meus maiores sonhos poderia imaginar em realizar. E não realizei, a propósito. As datas dos shows oficiais coincidiram com outros compromissos e falta de dinheiro também colaborou para que esse desejo ficasse para uma próxima vida.

Estou também tendo a maior crise de Psoríase que já tive na vida até o momento (obrigada, inverno!). Estão aparecendo reações em lugares que até então nunca haviam aparecido. Já fui no médico e iniciei um novo ciclo de tratamento para controlar. Não queria, mas foi necessário. E para fechar o mês urucubuzado (beijos neologismos) consegui prender o dedo na porta do carro mais uma vez. Não quebrei nada mas acredito que lesionei algum nervo ou tendão (sei lá, não sou médica) porque a ponta dele está dormente e sem sensibilidade. Algumas semanas para isso sarar.

Estou lendo: Ainda estou lendo EMMA (que comecei em maio). O projeto 1 ano com Jane Austen está mais atrasado do que menstruação em mulher grávida (piada infame, eu sei). Tanto no quesito leitura, quanto na apresentação das resenhas. Boa parte porque não estou conseguindo lidar com a Emma e com o propósito do livro. Ainda estou confusa onde ele quer chegar, vocês me entendem?!?! A outra parte porque estou vivendo o período do ano em que fico sem saco para ler. Tenho certeza que não baterei a meta de leitura que fiz para 2017.

Estou assistindo: terminei de assistir Dear White People e não sei expressar a minha opinião sobre a série. Eu simplesmente não sei o que pensar sobre ela. Traz muita coisa para discutirmos sobre as questões abordadas, mas acredito que falta algo que ainda não sei bem o quê. Estou na terceira temporada de Gilmore Girls e finalmente começaram a surgir os episódios que eu nunca havia visto. Mad Men estou assistindo devagar quase parando. E continuo vendo episódios aleatórios de Law and Order: Special Victims Unit, Quadrilogia Chicago, CSI, Major CrimesLaw and Order: Criminal Intent  e outros séries por aí!

Estou ouvindo: ando numa vibe de ouvir cantoras australianas, como Holly Throsby e Sarah Blasko. Tem até playlist no Spotify só com indicações de cantoras da Austrália. Também estou ouvindo muito os últimos 2 álbuns da Lana Del Rey (porque sou dessas que demora anos para ouvir as novidades do artista que segue), o novo álbum da Mel C, o Version of Me, e ouvindo U2 loucamente, pelo motivos óbvios descritos acima.

Julho já está aí e espero que seja um mês mais produtivo e que consiga resolver as pendências do mês passado. Aguardando dias menos gelados também.


Mil beijos e até mais!

Veja também

3 comentários no blog
comentários pelo Facebook

  • Reply Natascha Soranso 24 de julho de 2017 at 21:26

    Olá!
    Olha, preciso comentar aqui que concordo plenamente contigo quanto ao nosso “amigo” inverno. Por aqui também estou contando os dias para que o verão chegue logo, hahahaha.

    Bjs

    • Reply Karin Paredes 12 de agosto de 2017 at 21:31

      Olá Natascha!
      Que bom saber que não estou sozinha nessa contagem.
      Mil beijos

  • Reply Drops da Prateleira Julho 2017 - Prateleira de Cima 8 de agosto de 2017 at 07:01

    […] As mesmas coisas que comentei no Drops de Junho, mas coloquei na roda também a série Party of Five, que assistia durante início da […]

  • Deixe seu comentário