Eu e o Enem, Enem e eu.

24 de outubro de 2011

Enem

180 questões e uma redação em 2 dias. É muita coisa para um vestibulando.

Este fim de semana ocorreu a Exame Nacional do Ensino Médio, mais conhecido como o Enem. E este ano eu decidi perstar a prova para testar meus conhecimentos e para outros fins, já que a última vez que fiz o exame foi em 2003.

8 anos se passaram desde a primeira prova e algumas coisas mudaram em relação como o exame é aplicado. Em 2003, a prova era aplicada em apenas 1 dia (no domingo), eram 63 questões e a redação (tão temida). Não valia para muita coisa apenas para avaliar a Educação no Ensino Médio brasileiro. Hoje, em 2011, a prova é aplicada em dois dias [sábado e domingo], se tornou mais extensa (beeem mais extensa, 90 questões no primeiro dia e 90 questões no segundo mais a redação). Além de ser utilizada para a avaliação do Ensino Médio, o Enem hoje é utilizado para o vestibular de muitas instituições de ensino superior, tanto privadas quanto públicas. Algumas universidades, como a UNIRIO, já utiliza o exame como única forma de ingresso aos seus cursos de graduação. Outra tradicional universidade do Rio de Janeiro, a UFRJ, já declarou que a partir de 2012 utilizará somente o Enem para acesso aos seus cursos.

Outra novidade é que, desde 2009, participantes maiores de 18 anos que por algum motivo não tenham concluído a educação básica na idade esperada podem fazer a prova para obtenção do Certificado de Conclusão do Ensino Médio, que será adquirido dependendo do desempenho no exame. A proposta futura do MEC/INEP é que o Enem seja o único meio de ingresso para as Universidades Públicas Federais e Estaduais de todo o Brasil, contando também os Institutos Tecnológicos.

Bom, mais eu vim aqui mesmo foi contar a minha experiência com a prova. A prova foi a tarde em um local próximo de casa

No primeiro dia, acabei atrasando um pouco o meu cronograma para chegar numa hora satisfatória para prova, mas nada que fizesse perder o horário. Sala tranquila, com um monte de outras meninas com o nome parecido com o meu. A prova começou às 13:10. Fui logo fazendo as questões de Ciências Humanas e depois as de Ciências Biólogicas. Terminei a provas às 15:40. A prova tinha um nível intermediário, com questões longas e que às vezes não tinha nada a ver com a pergunta em si. Fui relativamente bem, já que não lembrava nada de química e física.

No segundo dia, também cheguei em uma boa hora. tudo ocorreu tranquilo. As questões de português eram a maioria de interpretação. Mas tinha umas questões que achei que estariam em uma prova de artes plásticas. Matemática, algumas questões repondidas, outras chutadas. No quesito redação, o tema era relativamente fácil: sobre internet e redes sociais, mas não estava muito inspirada para escrever sobre então meu texto não ficou muito bom.

Não gosto de muitos aspectos da prova. O fato da prova ser aplicada no período da tarde é uma delas. Gente, será que vocês não vêem o transtorno aplicar esse exame a tarde? Os alunos não conseguem chegar a tempo pelo fato de haver muito mais trânsito, muitos mais carros circulando nas imediações dos locais de prova nesse horário. No ano passado (2010), os alunos daqui de SP tiveram muitos problemas devido ao fato da semana do exame cair justamente na semana do Grande Prêmio de F1. foi um transtorno e tanto nas regiões que tinham prova próximo ao Autódromo. Outro detalhe é o fato das pessoas irem para provar sem estar bem alimentadas. Acabam comendo qualquer porcaria no caminho, só para não sentirem fome.

Outra coisa, para que tantas questões???? 180 perguntas do tamanho do mundo. É muito cansativo. Chega um momento da prova que você se pergunta: Meu Deus! Isso não acaba??? Querem que a gente teste todos os tópicos de todas as matérias estudadas ao longo dos 3 anos de Ensino Médio? Tinha muitas questões repetidas nessa prova. Acho que poderia reduzir em umas 40 questões. Já ficaria satisfatório. Nem um vestibular é tão comprido quanto o enem.

Mesmo com todos os problemas, acredito que o Enem ainda tem muito o que crescer e se tornar a unica forma de ingresso para todas as instituições  de ensino superior do país. E isso já tá melhorando. Já há possibilidade da prova ser aplicada 2 vezes ao ano. Enquanto isso vamos esperar que as pessoas utilizem o exame com boa-fé ao contrário daqueles que foram ao banheiro e twitaram ou tiraram fotos da prova. São esses ques estragam a reputação da prova.

Vamos ver em janeiro como foram as minhas notas.

Veja também

Nenhum comentário no blog
comentários pelo Facebook

Deixe seu comentário