O Meme Literário de um Mês – Dia 06

6 de outubro de 2011

Thea Jansen

Dia 06 – Quem (ou o quê) inspirou seu amor por livros?

Conte como foi.

Não sei. Eu realmente não sei o que inspirou o meu amor pelos livros. Na verdade, acho que foi uma junção de fatores.

Gosto de ler desde que aprendi o bê-a-ba. Lia tudo. Chegava a ser chato. Lembro do meu pai no carro mandando calar a boca, porque eu lia tudo e em voz alta. Acho que foi nesse momento que desenvolveu a minha habilidade para falar muito também.

Logo depois de aprender a ler, meu pai fez a assinatura das revistinhas da Turma da Mônica. Eu as devorava. Quando chegava li todas de uma vez só. Era superdivertido e eu ficava um pouco autista [ainda fico quando estou lendo] e era motivo para vários esporros do meu pai:

— Karin, vem almoçar!

— Estou indo. — Karin com a cara enterrada na revistinha sem parar de ler.

— Agora!!!

— Peraí rapidinho!!!

Meu pai odiava esse “to indo” e eu só sairia do sofá [ou da cama, ou deitada no chão] quando ele ameaçava cancelar assinatura das revistinhas.

Depois dessa fase, começaram as leituras de livros infantis e infanto-juvenis, jornais, revistas, bulas de remédio, outdoors e o que mais tivesse texto. Meu pai [novamente a influência do meu pai] sempre trabalhou e ainda trabalha em Editora de livros. Então a minha vida foi rodeada de livros. No início ele ia trazendo alguns depois eu ia pedindo mais e mais. Eles chegavam e eu ia lendo sem parar. Não parava. Já não havia lugar mais para guardá-los. Hoje eles estão amontoados dentro de armários e estantes na casa da minha mãe. Não consigo me desfazer deles [muito por causa de um projeto futuro no qual eles serão indispensáveis] e isso é assunto para outra postagem.

Foram tardes e mais tardes de leituras em casa. E livros espalhados por todos os cantos. Não sei explicar o que os livros me fazem sentir, me sinto bem, feliz. É meio mágico e inexplicável.

Adoro visitar bibliotecas e livrarias, me perco entre estantes e tantas obras. Passo horas olhando prateleiras e displays. Se pudesse compraria um livro por dia.

Os anos foram passando e eu sempre lendo [de tudo, ok?!]. Tenho algumas preferências e  tantas outros tipos de histórias que não curto tanto. Gostaria de me dedicar mais aos livros. Hoje não tenho tanto tempo para as minhas leituras.

Sei que com tanto amor aos livros acabei escolhendo [finalmente!] uma profissão que envolve essa paixão: Biblioteconomia. E um dia pretendo incentivar esse amor que tanto sinto para muitos outros que ainda estejam aprendendo o bê-a-ba. E para outros que ainda não descobriram a magia dos livros.

 ————————————–

Caso queria ver as respostas dos outros dias, clique aqui. Para saber mais sobre os livros que estou lendo, que irei ler ou que já li, podem acessar a minha conta no Skoob aqui.

Esta postagem faz parte do Meme Literário de um Mês – 2011, que o Blog Happy Batatinha está promovendo. Para saber mais informações sobre o Meme, só clicar aqui. Para saber mais sobre o Happy Batatinha, clique aqui

Veja também

2 comentários no blog
comentários pelo Facebook

  • Reply Crys Leite 6 de outubro de 2011 at 13:25

    Temos duas características em comum: o amor pelos livros e falar demais, rs! Também gosto de ler desde criancinha e adora os gibis da Turma da Mônica, aliás gosto deles até hoje. Beijos!

  • Reply O Meme Literário de um Mês 2011 – Dia 06 » Happy Batatinha 15 de novembro de 2011 at 23:29

    […] Prateleira de Cima […]

  • Deixe seu comentário