O primeiro e o último verão, de Letícia Wierzchowski

8 de maio de 2017

O primeiro e o último verão

O que falar de O primeiro e o último verão, da Letícia Wierzchowski, que chegou por aqui através da parceria com a Globo Livros? Fiz a leitura dele e conto como foi logo abaixo.

O primeiro e o último verão, romance escrito por Letícia Wierzchowski, autora de A casa das sete mulheres, narra acontecimentos de uma juventude vivida em uma época pré-WhatsApp, mensagem de texto e e-mail.

O romance conduz o leitor a reflexões sobre episódios do passado de Clara, gaúcha de Porto Alegre que passou grande parte das férias da infância no chalé de madeira azul construído por seus avós no litoral de Pinhal. Aos catorze anos, a garota se apaixonou e deu o primeiro beijo, mas foi também quando começou a descobrir todas as preocupações e decepções que existem nas relações de amor. Naquele verão, Clara também sentiu a dor da perda e a sensação de deixar a infância para crescer, uma etapa melancólica e dolorosa para todos nós.

Alguns anos depois, a personagem compartilha os acontecimentos daquele verão que transformou todos os outros de sua vida. Com linguagem sensível e poética, a autora constrói um retrato nostálgico de uma época repleta de descobertas. “O verão era um tempo sem horários, um tempo de liberdade e de amigos — e acho que nunca mais tive amigos iguais àqueles”.
Sinopse: Globo Livros

Para quem ainda não conhece a Letícia Wierzchowski, ela é a autora do livro A casa das sete mulheres (que por sinal é o nome do meu grupo de amigas no Whatsapp, beijo meninas!). Livro esse que nunca li (ainda!).

Quando vi pela primeira vez o título de O primeiro e o último verão, já imaginava que seria um livro sobre amor juvenil. Realmente ele é, mas está longe de ser um livro infanto-juvenil bobinho, há sobriedade na voz do narrador que me prendeu do inicio ao fim da leitura. A história me surpreendeu e curti muito a maneira como ela foi contada.

A leitura é super leve e nos faz lembrar as aventuras dos primeiros anos da adolescência (se você tem mais de 30 anos como eu) de se apaixonar pela primeira vez, os amigos inseparáveis. Da uma saudadezinha de uma época que ficamos divididos pela ingenuidade e pelas primeiras responsabilidades que surgem por estarmos a meio caminho de nos tornamos adultos. Uma coisa que gostei muito era autora explicando como era a vida adolescente lá pelos meados dos anos 1980/1990. Era bem divertida a comparação.

Senti um quê de biográfico na história. Eu sei que todo autor acaba escrevendo um pouco sobre suas experiências e coisas do seu cotidiano ao criar um enredo. Porém senti um forte saudosismo nas entrelinhas e a descrição dos acontecimentos era quase que ler o diário da autora, sabe.

Acredito que o livro alcançou o seu objetivo quando fiz a leitura, porque estava exatamente atrás de uma história leve, que cumprisse o papel do entretenimento. A história é singela e foi ótimo encaixá-la entre duas leituras mais profundas que necessitavam de um pouco mais de atenção no entendimento. Indico total a leitura do livro e espero em breve ler os outros livros da autora.

O primeiro e o último verão
Autor: Letícia Wierzchowsk | Editora: Globo Alt
Páginas: 152 | ISBN:9788525062864
SkoobGoodreads

Para ler: Amazon | Saraiva


Mil beijos e até mais!

Veja também

Nenhum comentário no blog
comentários pelo Facebook

Deixe seu comentário