O primeiro e o último verão, de Letícia Wierzchowski

8 de maio de 2017

O primeiro e o último verão

O que falar de O primeiro e o último verão, da Letícia Wierzchowski, que chegou por aqui através da parceria com a Globo Livros? Fiz a leitura dele e conto como foi logo abaixo.

O primeiro e o último verão, romance escrito por Letícia Wierzchowski, autora de A casa das sete mulheres, narra acontecimentos de uma juventude vivida em uma época pré-WhatsApp, mensagem de texto e e-mail.

O romance conduz o leitor a reflexões sobre episódios do passado de Clara, gaúcha de Porto Alegre que passou grande parte das férias da infância no chalé de madeira azul construído por seus avós no litoral de Pinhal. Aos catorze anos, a garota se apaixonou e deu o primeiro beijo, mas foi também quando começou a descobrir todas as preocupações e decepções que existem nas relações de amor. Naquele verão, Clara também sentiu a dor da perda e a sensação de deixar a infância para crescer, uma etapa melancólica e dolorosa para todos nós.

Alguns anos depois, a personagem compartilha os acontecimentos daquele verão que transformou todos os outros de sua vida. Com linguagem sensível e poética, a autora constrói um retrato nostálgico de uma época repleta de descobertas. “O verão era um tempo sem horários, um tempo de liberdade e de amigos — e acho que nunca mais tive amigos iguais àqueles”.
Sinopse: Globo Livros

Para quem ainda não conhece a Letícia Wierzchowski, ela é a autora do livro A casa das sete mulheres (que por sinal é o nome do meu grupo de amigas no Whatsapp, beijo meninas!). Livro esse que nunca li (ainda!).

Quando vi pela primeira vez o título de O primeiro e o último verão, já imaginava que seria um livro sobre amor juvenil. Realmente ele é, mas está longe de ser um livro infanto-juvenil bobinho, há sobriedade na voz do narrador que me prendeu do inicio ao fim da leitura. A história me surpreendeu e curti muito a maneira como ela foi contada.

A leitura é super leve e nos faz lembrar as aventuras dos primeiros anos da adolescência (se você tem mais de 30 anos como eu) de se apaixonar pela primeira vez, os amigos inseparáveis. Da uma saudadezinha de uma época que ficamos divididos pela ingenuidade e pelas primeiras responsabilidades que surgem por estarmos a meio caminho de nos tornamos adultos. Uma coisa que gostei muito era autora explicando como era a vida adolescente lá pelos meados dos anos 1980/1990. Era bem divertida a comparação.

Senti um quê de biográfico na história. Eu sei que todo autor acaba escrevendo um pouco sobre suas experiências e coisas do seu cotidiano ao criar um enredo. Porém senti um forte saudosismo nas entrelinhas e a descrição dos acontecimentos era quase que ler o diário da autora, sabe.

Acredito que o livro alcançou o seu objetivo quando fiz a leitura, porque estava exatamente atrás de uma história leve, que cumprisse o papel do entretenimento. A história é singela e foi ótimo encaixá-la entre duas leituras mais profundas que necessitavam de um pouco mais de atenção no entendimento. Indico total a leitura do livro e espero em breve ler os outros livros da autora.

O primeiro e o último verão
Autor: Letícia Wierzchowsk | Editora: Globo Alt
Páginas: 152 | ISBN:9788525062864
SkoobGoodreads

Para ler: Amazon | Saraiva


Mil beijos e até mais!

50 perguntas #17 | Fazer o que deve ser feito

7 de maio de 2017

50 perguntas #17

50 perguntas #17 | O que uma coisa não é mesmo feito que você realmente quer fazer? O que está prendendo você?

Olha, tem muita coisa que não ando fazendo, que eu gostaria de fazer e que não faço por causa dos mais variados motivos.

Parei aqui para pensar um pouquinho. Algumas coisas já contem por aqui no blog; outras acho que nunca conseguirei mencionar, são extremamente pessoais; mas depois de queimar os neurônios, vi que havia sim uma coisa. E sei que muita, mas muita gente também mesmo, passa por esse problema.

Guardar/economizar/juntar dinheiro

Sim, por mais que eu tente, me comprometa, me instigue,  eu não consigo reservar parte do meu salário para deixar guardado para uma eventual emergência, realizar um sonho ou comprar algo que eu queira muito mesmo.

Todo ano eu falo “Vou juntar dinheiro”. Até começo motivada, mas ainda não sei o que ocorre que no meio do caminho, eu perco o foco e acabo gastando o que guardei com alguma baita besteira e paro literalmente de guardar.

Não sei exatamente o que me prendendo em conseguir guardar dinheiro e tornar isso parte da minha rotina. Já tentei várias coisas: colocar um objetivo para aquele dinheiro, tente a técnica de “me pagar” todo mês.

Sei que o fato de não ter uma educação financeira ao longo da minha vida pode ser um motivo de não conseguir guardar dinheiro na minha vida. É um fato consumado que o brasileiro não sabe economizar e gasta muito mais do que poderia fazer. E acho que me enquadro perfeitamente nesse perfil.

No entanto, a passos de formiga, tenho começado a me informar mais em relação a educação financeira e pesquisado sobre formas de guardar dinheiro e economizar de forma mais eficaz. Um dos locais que tenho utilizado para me ajudar nessa empreitada é o Canal Me Poupe, da Nathalia Arcuri, recheado de dicas sobre educação financeira, investir e o que é melhor para nosso dinheirinho. Conheci o canal através de um programa da Rádio 89 que escuto todos os dias de manhã no meu caminho para o trabalho.

Espero melhorar essa questão que tanto me atrapalha a vida e que vocês curtam muito essa dica de como fazer seu dinheirinho render.


Mil beijos e até mais!

Esse post faz parte do Projeto 50 perguntas que irão libertar sua mente. Caso tenha interesse em conhecer outras perguntas publicadas e as minhas respostas, clica aqui

Book Haul Outubro 2017

6 de maio de 2017

Book Haul Outubro 2017

Eu achava que já tinha publicado esse book haul aqui. Isso que dá atrasar tanto os meus posts do blog. 2017 é o ano que me lembrarei como o ano que estarei sempre correndo atrás do prejuízo com os atrasos do blog. Será que até o final do ano consigo colocar tudo em dia???

No Book Haul Outubro 2017 teve recebidos de editoras, compras em promoções online e troca no Skoob. Confiram os livros que chegaram por aqui através dessas imagens que irão embelezar o seu computador, hahaha.

Na parceria com a Globo Alt, chegou o livro A menina dos olhos molhados e Sway

Com a DarkSide Books chegou Os Pássaros, de Frank Baker. E na parceria com a Editora Valentina chegou Pensei que fosse verdade. Ambos os livros já tem resenha no blog.

Livros desejados a anos: O Saci, do Monteiro Lobato para alegria da minha pequena coleção da Biblioteca Azul; Esopo Fábulas Completas, que logo logo se tornará item raro no mercado, juntamente com Contos da Mamãe Gansa

Em uma promoção da Editora Seguinte na Saraiva acabei adquirindo essas belezuras aí: A Biblioteca de Bibbi Bokken  e a Coroa Cruel.  O ano em que disse Sim veio por tabela e não vejo a hora de começar a ler  esse livro que todo mundo já disse ser muito legal e muito bom.

O verão e a cidade e Deixe a neve cair são dois livros que estavam na minha lista de desejos há anos, mas sempre esperava a hora certa para pedir via troca no Skoob. A espera valeu a pena!

Claro e evidente, não é mesmo, que tem vídeo no canal mostrando melhor as minhas aquisições literárias nesse Book Haul Outubro 2017. Confiram o vídeo e aproveite para se inscrever no canal.

Espero que tenha gostado das recomendações literárias nesse Book Haul Outubro 2017. Vejo vocês no próximo post aqui no blog.


Mil beijos e até mais!

Antes que eu vá, de Lauren Oliver

5 de maio de 2017

Antes que eu vá

Antes que eu vá, Lauren Oliver

Samantha Kingston tem tudo: o namorado mais cobiçado do universo, três amigas fantásticas e todos os privilégios no colégio que frequenta: desde a melhor mesa do refeitório à vaga mais bem-posicionada do estacionamento. Aquela sexta-feira, 12 de fevereiro, que seria apenas mais um dia de sua vida mágica e perfeita, acaba sendo seu último dia – mas ela ganha uma segunda chance. Sete “segundas chances”, na verdade. Ao reviver aquele dia vezes seguidas, Samantha vai tentar desvendar o mistério que envolve a própria morte – e, finalmente, descobrir o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder. Sinopse Intrínseca

“Antes que eu vá” é um livro que foi publicado pela editora Intrínseca á um bom tempo e estava esgotado nas livrarias, mas a pouco tempo foi relançado pois a adaptação cinematográfica está para estrear. Esse é o livro de estreia da autora Lauren Oliver que nos levará através do último dia de vida da Sam, uma garota que está no colégio e que pode não ser um exemplo de comportamento.

Talvez você possa se dar ao luxo de esperar. Talvez para você haja um amanhã. Talvez para você haja mil amanhãs, ou três mil, ou dez, tanto tempo que você pode se banhar nele, girar, deixar correr como moedas entre os seus dedos. Tanto tempo que você pode desperdiçar. Mas para alguns de nós só existe hoje. E a verdade é que nunca se sabe.

A narração do livro é feita em primeira pessoa, com um ritmo lento, mas que vale cada segundo; após o dia 12 de fevereiro uma sexta feira normal para muitos mas fatídica para Sam.

Sam é uma garota popular, que pretendia apenas ir a mais uma festa e quem sabe no final da noite dar um passo a mais em sua relação com o namorado, porém seus planos não terminaram como ela havia planejado; em um acidente de carro Sam morre (isso não é spoiler, está bem no começo do livro, na sinopse e em todos os lugares rs).

Ao acordar, ela não sabe se foi um sonho, um pressagio até que percebe que está presa em um looping temporal que a levou de volta para a manhã da sexta feira do seu acidente; esse é um livro sobre recomeços, segundas chances. O desenvolvimento da história se dá durante 7 sextas feiras e em como Sam leva a sexta feira ou as sextas feiras, sobre o que ela precisa “consertar”/ “aprender” com o que viveu ou ainda sobre como tem agido.

Eis outra coisa a se lembrar: a esperança o mantém vivo. Mesmo quando você está morto, é a única coisa que o mantém vivo.

O desenvolvimento das personagens é muito bem trabalhado, Sam percebe que suas amigas podem não ser exatamente o que aparentam, seu namorado é exatamente o idiota que se mostra e finalmente percebe o quanto Kent sempre acaba cuidando dela causam reformulações de conceitos que nos leva a uma montanha russa de emoção; a cada final de sexta que Samantha (RE)viveu o dia de sua morte de uma maneira diferente nos aproxima dela afinal ela aprendeu a dar valor e sofre de uma maneira diferente, pois o tempo está se esgotando e ela precisa aprender como lidar com a possível dor da perda.

Abordando temas comuns da adolescência como descobertas, primeiras vezes, Bullying consegue ser sensível e direto na mensagem que cada ação tem uma reação, fazendo com que nos questionemos o que faríamos se soubéssemos que seria nosso último dia de vida, o que tentaríamos mudar se nos fosse dada uma segunda, terceira chance.

Talvez antes de morrer o que você veja sejam seus fantasmas.

Quando Sam finalmente enfrenta seus fantasmas, arranca lágrimas (acho que nunca vou superar a cena dela com a irmã mais nova) essa com certeza é uma leitura que vale a pena ser feita antes da estreia do filme, confira abaixo o trailer oficial:

Antes que eu vá
Autora: Lauren Oliver | Editora: Intrínseca
Páginas: 368 | ISBN: 9788580570595
Skoob| Goodreads

Para ler: Amazon | Saraiva

Osculos e Amplexos, Karina.