A vida de férias

4 de maio de 2016

IMG_4704

Sumi. E sumi porque quis, viu!

Tem muitos dias que não apareço por aqui, mas nada importante aconteceu em minha vida. Apenas, estou vivendo-a. As coisas continuam acontecendo normalmente. Só não estava muito afim de aparecer por aqui. Sei lá, talvez falta de ânimo, preguiça e a própria vida. Sei lá. Só não quis postar aqui. E isso é normal, é natural e não estou nenhum um pouco chateada por isso.

Sempre falei por aqui que o Prateleira de Cima é o meu cantinho. Toda vez que estou aqui escrevendo, estou em um momento só meu, de completa paz. Gosto de ter esse momento. A satisfação depois de fazer um post é muito gratificante, não sei explicar. E fazer algo só por fazer, por obrigação, para cumprir tabela, nunca é satisfatório e o resultado nunca é o esperado.

Bom, mas estou aqui e isso quer dizer que estou feliz e que quero conversar com vocês. Queria muito escrever mais aqui no blog. É sério! Mas tenho atividades e algumas responsabilidades que me impedem de ter o tal momento que sempre gosto de ter aqui. Não é uma reclamação, é apenas uma constatação porque não estou mais aqui do que gostaria de estar.

As últimas semanas foram bem agitadas e preguiçosas para mim. Mas fiz muitas coisas nesses dias. Esse post é mais para compartilhar o que aconteceu comigo nesses dias. Para começar, estou de férias e por isso estou com mais tempo para me dedicar as tarefas que gosto de fazer e que sempre me trazem algum prazer. Algumas delas eu contei nesse post aqui.

Decoração

Vocês viram todo o processo de reforma da minha casa nova. Caso não, mostrei na série de vídeos Lar Doce Lar lá no canal do blog no Youtube. Agora comecei o processo de decoração da minha casa e estou em um processo de pesquisar e comprar coisas para casa. O primeiro cômodo a passar por esse processo é a cozinha e já estou comprando algumas coisas, trocando outras que estão velhas e precisam ser renovadas. Essa semana fiz uma visita ao bairro do Pari, conhecido pelos atacados de utilidades domésticas e afins. Consegui boas aquisições para a minha cozinha. Farei post mostrando tudo, viu?!

Parcerias

Ano passado o Prateleira de Cima fez uma parceria literária com a Editora Novo Conceito e graças a ela conheci várias histórias bacanas e ainda tem muitas outras para conhecer.

Semana passada, fiquei sabendo que fui selecionada para ser parceira literária da editora DarkSide Books, pelo selo Darklove. Estou bem empolgada para conhecer novos livros e novas histórias. Vai ser bem interessante sair um pouco da minha zona de conforto literária, já que a proposta da editora são do gênero fantasia e terror. Já estou bem ansiosa com a chegada dos livros e poder mostrar por aqui.

Leituras

Falando em livros e leituras, finalmente terminei de ler O Silmarillion e posso dizer que gostei do livro apesar dos 4 meses de leitura. No momento, estou lendo DUFF (e gostando muito) e me preparando para começar a ler O Senhor dos Anéis. Gente, não me importo de não cumprir as minhas leituras do ano, mas eu preciso ler essa história épica em 2016. É a única meta que preciso cumprir nesse ano de 2016.

Séries

Depois de anos, terminamos de assistir How I Met Your Mother. E sim, não creio que terminou daquele jeito. Valeu assistir todas as temporadas, mas não precisava ter terminado daquele jeito. Poderia ter tido um final melhor.

Também terminei de assistir a 11ª temporada de Grey’s Anatomy. Chorei litros (e mais litros) quando Derek Shepherd morreu (se você ficou imune a essa notícia que foi compartilhada inúmeras vezes mundialmente, só lamento que acabou de descobrir por mim). Ainda não vi os episódios da 12ª temporada. Só sei que no dia que assistir o último capítulo dessa série, a sensação de vazio provavelmente será o maior que sentirei em toda minha vida de telespectadora de seriados.

Vocês provavelmente irão rir, mas estou assistindo Pokémon junto com o Eduardo. Guilty Pleasure sim, e não tenho vergonha disso. Estamos assistindo desde o primeiro episódio e descobrimos que tem mais de 800 episódios contando todas as temporadas existentes. Haja maratonas!!!

Saúde e bem-estar

Desde que vim morar em São Paulo que eu passei a ter uma vida mais sedentária. E desde então sinto vontade de começar a fazer uma atividade física para melhorar o meu condicionamento físico e minha saúde no geral. Além disso preciso perder um pouco de peso. Muitos irão dizer que não, que estou bem e tudo mais, mas só eu sei o que está me incomodando ou não. Não estou conseguindo usar várias roupas e me sinto cansada por muito pouco. Então decidi começar a academia e me mexer um pouco. Essa decisão está tendo todo o apoio do Du, que também está embarcando comigo.

IMG_4676

O post ficou bem grandão né? Eu estava precisando escrever um pouco. Para compensar, esse mês vocês encontrarão aqui no Prateleira de Cima muitos posts e prometo que serão menores. Essa semana mesmo já tem alguns agendados. Fiquem ligados e acompanhem nas redes sociais.


Mil beijos e até mais!

O Silmarillion, de J. R. R. Tolkien

3 de maio de 2016

O Silmarillion

Após 4 meses, finalmente eu terminei de ler O Silmarillion, de J. R. R. Tolkien. Gente! Que leitura comprida para um livro tão pequeno. Mas valeu a pena.

Comecei a ler O Silmarillion pois queria fazer essa leitura antes de me enveredar por O Senhor dos Anéis, já que é minha meta de leitura de 2016. Mas como foi difícil gostar dele no início. No final acabei curtindo muito.

O Silmarillion

O Silmarillion  é uma coletânea de obras literárias de mito-poesias do escritor J. R. R. Tolkien, editado e publicado postumamente por seu filho Christopher Tolkien, em 1977, com a ajuda de Guy Gavriel Kay.
O Silmarillion compreende cinco partes. A primeira parte, Ainulindalë, fala da criação de Eä, o “mundo que é“. Valaquenta, a segunda parte, dá uma descrição dos Valar e Maiar, os poderes sobrenaturais de Eä. A próxima seção, Quenta Silmarillion, que forma a maior parte da coleção, narra a história dos eventos antes e durante a Primeira Era, incluindo as guerras pelas Silmarils que deu título ao livro. A quarta parte, Akallabêth, relata a história da Queda de Númenor e seu povo, que tem lugar na Segunda Era. A parte final, Dos Anéis de Poder e da Terceira Era, é um breve relato das circunstâncias que levaram e foram apresentadas em O Senhor dos Anéis. (FONTE: Wikipedia)

O Silmarillion

Comecei a ler o livro no Kindle, mas tive que correr para comprar um exemplar físico, pois a leitura não estava fluindo muito bem no e-reader. Era muito estranho. Parecia que eu lia e lia e lia e não saia do lugar e não compreendia muita coisa. Esse livro foi a segunda obra do Tolkien que eu li e como disse anteriormente, comecei para poder ler O Senhor dos Anéis.

Eu li O Hobbit e a experiência das duas leituras foram bem diferentes. Tolkien tem uma escrita com caráter bem descritivo e detalhista. Essa característica é bem marcante no autor e podemos encontra-lá em O Silmarillion. O livro foi montado a partir de pequenos contos escritos. Parecem pequenos ensaios, rascunhos para algo que talvez se tornasse uma grande história.

O Silmarillion

Comecei a ler o livro sem saber muito bem o que me esperava. Acho que isso atrapalhou um pouco. Não compreendia muito bem o que estava lendo. O livro no início é muito difícil, a leitura se arrasta, não flui. Tive momentos de querer abandonar, jogá-lo longe. Mas persisti e ele acabou prendendo a minha atenção. Da metade para o fim, a história começa a ficar bem mais interessante. Começamos a entender algumas passagens, a genealogia dos personagens, a trama como um todo.

Em algumas histórias relatadas no livro senti falta de um momento de êxtase. A sensação que alguém estava apenas relatando um fato, uma notícia. Era tipo: “E aí eles batalharam e ele morreu e no dia seguinte o grupo prosseguiu viagem…“. Eu sentia um certo vazio

Depois de ler esse livro todo, consegui uma constatação: todo o infortúnio que aconteceu na Terra Média é culpa dos elfos. Gente, como são briguentos, vingativos e intrigueiros. Sério, tinha hora que parecia que eu estava vendo novela mexicana. Chegava a ser cômico.

O Silmarillion

O projeto editorial está bem bacana. O livro possui, além da história, alguns guias e materiais informativos que ajudam na compreensão da narrativa. Há um glossário e um guia de pronúncia que ajudou muito na leitura e um mapa genealógico dos elfos para compreendermos o “tantão” de nomes e personagens que tem no livro (e que nos deixa loucos na leitura). O livro possui uma boa diagramação, o que auxilia a leitura. Os mapas também ajudam o leitor a se localizar na história e a compreender a geografia da narrativa.

O Silmarillion

Indico a leitura para todos aqueles que gostam de fantasia e tem vontade de conhecer a escrita do  J. R. R. Tolkien. Se assistiu aos filmes vai gostar de saber sobre alguns personagens, como eles surgiram, porque surgiram. Acho que foi essa parte que acabou me encantando mais. Eu queria saber como a história chegava até onde eu conhecia. Se você também quer saber sobre os fatos anteriores a existência do anel, essa é a pedida.

O Silmarillion

O Silmarillion
Autor:  J. R. R. Tolkien | Editora: WMF Martins Fontes | Páginas: 480 | ISBN:9788578274887 | SkoobGoodreads

Já leu O Silmarillion ou algum outro livro do J. R. R. Tolkien??? Assistiu a alguma adaptação cinematográfica? Gostou, não gostou, odiou?? Me conte nos comentários!


Mil beijos e até mais!

Lançamentos Darkside Books – Maio 2016

2 de maio de 2016

Darkside Books

Olá pessoal, tudo bem?

O Prateleira de Cima está com uma nova parceria literária: com a DarkSide Books. Estou tão animada em conhecer os livros da editora e sair um pouco da minha zona de conforto literária.

Para quem ainda não conhece, a Darkside Books é uma editora com publicações voltadas ao terror e a fantasia.

Na Darkside®, nós investimos em livros. Especialmente, livros de terror e fantasia. Fazemos questão de publicar as histórias que amamos. Algumas viraram filmes, games ou lendas urbanas, mas todas reservam experiências únicas em suas páginas.Os formatos também são múltiplos: Papel. Digital. Free-books. Edições numeradas de colecionador. Seguindo o padrão quase psicopata de qualidade, cada livro Darkside tem que ser precioso no texto, na capa e no design. Então leia, releia, baixe, divulgue, colecione. No que depender de todos nós, Darksiders, o livro vai continuar mais vivo do que nunca.

A parceria com o blog vai ser com o selo DarkLove e para começar vou apresentar os lançamentos da editora para o mês de maio que acabou de começar.

Menina Má – William March

Menina Má 1

Publicado originalmente em 1954, MENINA MÁ se transformou quase imediatamente em um estrondoso sucesso. Polêmico, violento, assustador eram alguns adjetivos comuns para descrever o último e mais conhecido romance de William March. Os críticos britânicos consideraram o livro “apavorantemente bom”. Ernest Hemingway se declarou um fã. Em menos de um ano, MENINA MÁ ganharia uma montagem nos palcos da Broadway e, em 1956, uma adaptação ao cinema indicada a quatro prêmios Oscar, incluindo o de melhor atriz para a menina Patty McComarck, que interpretou Rhoda Penmark.

Rhoda, a pequena malvada do título, é uma linda garotinha de 8 anos de idade. Mas quem vê a carinha de anjo, não suspeita do que ela é capaz. Seria ela a responsável pela morte de um coleguinha da escola? A indiferença da menina faz com que sua mãe, Christine, comece a investigar sobre crimes e psicopatas. Aos poucos, Christine consegue desvendar segredos terríveis sobre sua filha, e sobre o seu próprio passado também.

Não conhecia a obra até ver as chamadas dela nas redes sociais da DarkSide Books. Parece ser bem intrigante, principalmente por ter sido inspiração para tantas outras obras

Menina Má
Autor: William March| Editora: DarkSide Books | Páginas: 272 | ISBN:9788566636819 | SkoobGoodreads

The kiss of Deception – Mary E. Pearson

kiss-of-deception-volume-1-darksidebooks-banner

Tudo parecia perfeito, um verdadeiro conto de fadas – menos para a protagonista dessa história. Morrighan é um reino imerso em tradições, histórias e deveres, e a Primeira Filha da Casa Real, uma garota de 17 anos chamada Lia, decidiu fugir de um casamento arranjado que supostamente selaria a paz entre dois reinos através de uma aliança política. O jovem príncipe escolhido se vê então obrigado a atravessar o continente para encontrá-la a qualquer custo. Mas essa se torna também a missão de um temido assassino. Quem a encontrará primeiro?

Quando se vê refugiada em um pequeno vilarejo distante – o lugar perfeito para recomeçar – ela procura ser uma pessoa comum, se estabelecendo como garçonete, e escondendo sua vida de realeza.

O que Lia não sabe, ao conhecer dois misteriosos rapazes recém-chegados ao vilarejo, é que um deles é o príncipe que fora abandonado e está desesperadamente à sua procura, e o outro, um assassino frio e sedutor enviado para dar um fim à sua breve vida. Lia se encontrará perante traições e segredos que vão desvendar um novo mundo ao seu redor.

The Kiss of Deception
Autor: Mary E. Pearson | Editora: DarkSide Books | Páginas: 406 | ISBN:9788566636994 | SkoobGoodreads

Nem tenho o que falar desse livro. A capa me chamou a atenção logo de cara e já li algumas resenhas gringas com boas críticas e que deixaram bem curiosa. O último livro dessa trilogia será lançado em agosto de 2016 e está em pré-venda nas principais livrarias lá fora.

Em algum lugar das estrelas – Clare Vanderpool

Banner-site-Em-Algum-Lugar-nas-Estrelas

EM ALGUM LUGAR NAS ESTRELAS é um romance intenso sobre a difícil arte de crescer em um mundo que nem sempre parece satisfeito com a nossa presença. Pelo menos é desse jeito que as coisas têm acontecido para Jack Baker. A Segunda Guerra Mundial estava no fim, mas ele não tinha motivos para comemorar. Sua mãe morreu e seu pai… bem, seu pai nunca demonstrou se preocupar muito com o filho. Jack é então levado para um internato no Maine. O colégio militar, o oceano que ele nunca tinha visto, a indiferença dos outros alunos: tudo aquilo faz Jack se sentir pequeno. Até ele conhecer o enigmático Early Auden.

Early, um nome que poderia ser traduzido como precoce, é uma descrição muito adequada para um prodígio como ele, que decifra casas decimais do número Pi como se lesse uma odisseia. Mas, por trás de sua genialidade, há uma enorme dificuldade de se relacionar com o mundo e de lidar com seus sentimentos e com as pessoas ao seu redor.

Obsessivo, Early Auden tem regras específicas sobre que músicas deve ouvir em cada dia da semana: Louis Armstrong às segundas; Sinatra às quartas; Glenn Miller às sextas; Mozart aos domingos e Billie Holiday sempre que estiver chovendo. Seu comportamento é um dos muitos indícios da síndrome de Asperger, uma forma branda de autismo que só seria descoberta muito tempo depois da Segunda Guerra, e que inspirou personagens já clássicos como o Sr. Spock (Star Trek), o Dr. House e Sheldon Cooper (The Big Bang Theory).

Quando chegam as festas de fim de ano, a escola fica vazia. Todos os alunos voltam para casa, para celebrar com suas famílias. Todos, menos Jack e Early. Os dois aproveitam a solidão involuntária e partem em uma jornada ao encontro do lendário Urso Apalache. Nessa grande aventura, vão encontrar piratas, seres fantásticos e até, quem sabe, uma maneira de trazer os mortos de volta ainda que talvez do que Jack mais precise seja aprender a deixá-los em paz.

Esse é o mais recente lançamento da Darkside Books. Ainda não tenho muitas informações sobre a obra e a pré-venda. Mas achei muito linda essa capa.

Em algum lugar nas estrelas
Autor: Clare Vanderpool | Editora: DarkSide Books | Páginas: 272 | ISBN:9788566636833 | SkoobGoodreads

Curtiram os lançamentos da Darkside Books? Ficou interessado em algum livro? Assim que chegarem os exemplares por aqui mostro tudo para vocês. Se quiserem podem conhecer essas e outras novidades da editora através das suas redes sociais e canais de comunicação:

Site | Facebook | Instagram | Twitter | Google+ | Youtube


Mil beijos e até mais!

Book Haul – Fevereiro 2016

3 de abril de 2016

Book Haul - Fevereiro 2016

Demorei mas saiu. Está aí o Book Haul – Fevereiro 2016 com atraso mas bem divertido. Tem um pouquinho de cada: livros que ganhei de presente, livro recebido e livros comprados.

O vídeo demorou para ir ao ar, pois nesse mês de março me tornei uma pessoa extremamente preguiçosa e sem muito ânimo, mas isso é assunto para outro post.

Gostaram do vídeo e das indicação de livros? Aproveitem para assinar o canal do Prateleira de Cima e ficarem por dentro de todas as novidades do canal.

Aproveitem porque não haverá book haul do mês de março por motivos de: não comprei, nem recebi livros nesse mês. Estou tentando diminuir as minhas compras literárias, pois preciso diminuir a minha pilha de livros para ler da minha estante.

Book Haul - Fevereiro 2016


Mil beijos e até mais!