Amorzices: o meu amor na blogosfera

20 de novembro de 2017

Amor na blogosfera

Sempre fui uma pessoa ligada na internet. Lembro dos meus primeiro contatos com essa grande novidade do final dos anos 90: as primeiras vezes que entrei nas salas de bate-papo e logo depois os primeiros contatos com o ICQ. Então veio o MSNMessenger e em seguida surgiu o Orkut. Mas ninguém poderia imaginar a revolução que as redes sociais fariam na tecnologia e no mundo.

Minha relação com a internet durante esse período sempre foi a mais normal possível. Acho que alguns momentos até meio que desinteressado: esperar o fim de semana para poder “entrar” e poder ficar horas navegando, visitando sites e blogs, baixando música e conversando com os amigos (e também com os paqueras) sem se preocupar com a conta no final do mês. E essa minha relação com a internet foi seguindo assim até o momento que vim morar em São Paulo.

Logo assim que cheguei aqui na terra da garoa, a internet se tornou minha grande companheira. Afinal, eu passava o dia todo em casa. Eu não tinha com quem conversar, os amigos estavam distantes. Não conhecia ninguém nessa cidade que até então, era tão estranha e tão diferente. A solidão era minha grande companhia. Ela e a internet! Foi nesse momento que comecei a conhecer muitos blogs e consequentemente pessoas. Eu lia sem parar. Sobre as coisas que estavam vivendo, nos pensamentos e opiniões expressados, no final de semana divertido ilustrado em fotos e tantas outras coisas que me inspiravam e me faziam sair daquela solidão e da tristeza por estar longe da minha família e dos amigos. os blogs era o meio que eu tinha para conversar. É meio louco pensar assim, mas era real. Eu podia manter uma relação de amizade através da tela de um computador. Na verdade, eu fiz grande amigos através da blogosfera.

Amor na blogosfera

Cada vez que eu lia e interagia, mais me sentia inspirada a compartilhar as coisas que eu também vivia. E então o bichinho do blog me mordeu e decidi montar um cantinho que eu pudesse compartilhar as coisas que estava vivendo. E depois de algum tempo o Prateleira de Cima nasceu.

Por aqui eu escrevo praticamente sobre as coisas que me inspiram, que acho legal e bacana compartilhar. São pequenas coisas do meu cotidiano ou algum sonho que realizei, ou livro que li ou algum produto, roupa, comida que experimentei e que acho legal mostrar para que mais pessoas possam também experimentar, conhecer e aproveitar. De vez em quando rolam uns desabafos, uns textões até um pouco mal-criados. Às vezes, fico um pouco frustrada porque queria escrever e postar mais coisas por aqui. Mas o tempo é um grande senhor e tento sempre pensar que há uma razão para ser assim!

O Prateleira é o meu diário. Aquele que eu nunca tive na adolescência. É o lugar em que posso conversar, mostrar o que estou vivendo e sentindo. AMO escrever aqui, AMO ler os comentários das pessoas que dedicam um tempinho para escrever coisas que enriquecem ainda mais. Cara, aprendo tanto, tanto que vocês nem imaginam.

Amor na blogosfera

O meu amor na blogosfera é enorme. Eu realmente acredito no poder acolhedor desses cantinhos pessoais que cada um se dispõe a compartilhar. Nossa, já perdi a conta de quantas dicas e quantos conselhos eu peguei através dos diários virtuais. De quanta coisa que aprendi com os posts dos amigos. Sim, porque depois de mais de 6 anos eles são amigos. Eu não conseguiria expressar o quanto os blogs me fazem bem. São um refúgio, um acalento para o dia a dia. É saber que não estou sozinha, que outras pessoas também passam pelas mesmas coisas que eu. É poder ficar feliz com as conquistas do outro e poder escrever uma mensagem de carinho quando aquela pessoa mostra que não está bem.

Acho que vou continuar escrevendo no Prateleira de Cima ainda por muitos e muitos anos. Compartilhando as coisas que vivo, me inspiram e que me fazem feliz. Ainda vou continuar lendo blogs por muitos e muitos anos. E continuarei defendendo a blogosfera para sempre porque parte do que sou hoje é graças a ela.

você pode fazer parte dessa blogagem coletiva com a gente. o amorzices é um projeto mensal, publicado todo dia 15, criado pelo trio amorzinho Sernaiotto + Serendipity + Desancorando e que terá um tema de base: amor. a partir daí, a gente vai falar sobre um monte de coisas. o tema de novembro é amor na blogosfera


Mil beijos e até mais!

Veja também

6 comentários no blog
comentários pelo Facebook

  • Reply Mis 20 de novembro de 2017 at 21:50

    Meu deus, que post mais amorzinho! Tô feliz por ter decido clicar no seu nome lá no box de comentários do blog da Melina, esse texto e essas fotos lindas me deixaram boba e com a sensação de estar sendo abraçada <3

    Eu não fiz parte do comecinho da blogosfera e, confesso, vivo mudando de blog e as vezes dando uma sumida, mas o meu amor por todo esse mundo é muito real. Acho que nunca conseguirei me desapegar totalmente, e, na verdade, acredito que em algum momento eu vou criar um cantinho tão meu que nunca mais vou parar de blogar (espero que seja esse que eu tenho agora pq o amo muito). Mas, se por algum motivo eu acabar desistindo mesmo de produzir conteúdo, pelo menos tenho a certeza de que nunca vou parar de consumir. Tudo aqui é tão cheio de informação, amor, dicas incríveis… impossível saber que esse universo existe e não fazer parte dele.

    De novo, amei muito seu post! *-*
    Beijão!
    literarizandomomentos.blogspot.com

  • Reply Clayci 21 de novembro de 2017 at 10:41

    Essa sua publicação foi muito nostálgica. Eu me lembro da época do ICQ e até hoje o barulhinho de quando chegava mensagem está na minha cabeça hahahahaha… Minha mãe odiava aquele som.
    Lembro que a internet era bem limitada e pior do que isso era a disputa para saber quem iria usar primeiro. Um computador para a família inteira, inclusive ele ficava na sala por causa disso. AQUELE TRAMBOLHO ENORME cheio de fios haihauihaiua..

    Eu amo a blogosfera.
    Aprendi muito com ela em todos esses anos e só quero compartilhar amor por aqui.
    Amei o post e a ideia do projeto das meninas..

    Beijos

  • Reply maki 21 de novembro de 2017 at 17:07

    ahhhhhh, que amorzinho de post ♥
    blog é mesmo um lugar muito querido, né? eu também tive a sensação de que não tava sozinha, quando via os comentários, os posts… é mesmo uma forma de aprender, de criar uma conexão, sabe? e que seja uma conexão criada no amor, né? ♥

  • Reply Gabi 21 de novembro de 2017 at 17:20

    Oi Karin
    Que posto gostoso de ler <3
    Eu vivo desanimada com as pessoas desanimadas de seus respectivos blogs, mas é tão bom isso aqui, né? Amo muito a blogosfera e fico feliz, e um pouco mais animada, quando encontro pessoas que também gostam e pretendem continuar aqui por mais tempo. Espero que você blogue pra sempre, hahaha
    bj bj

  • Reply Bru Santos 22 de novembro de 2017 at 15:49

    Que amorzinhoo ler seu post! Também estou no projeto e estou amando demais conhecer novos blogs cheios de amor!
    Também sou da época do ICQ, que nostalgia menina! Só pode entrar de madrugada pra conta não vir estratosférica! hahaha
    Fico muito feliz quando encontro pessoas que ainda amam blogar, assim como eu!

    Beijinhos 🙂
    Bru Santos ❤
    http://www.queseame.com

  • Reply Bruna Baez 11 de dezembro de 2017 at 13:48

    Que delícia ler algo assim! Aumenta minha vontade de continuar pela blogosfera e dá aquela sensação de que não estou sozinha. É exatamente como me sinto. Bjs, amore!

  • Deixe seu comentário