Amorzices: o que mais amo no Natal

15 de dezembro de 2017

Oi pessoas!

Logo depois de ter escrito o meu primeiro post para a Blogagem Coletiva Amorzices, fiquei pensando em qual seria o tema para o mês de dezembro. Na hora pensei que seria algo com tema de Natal, afinal, é dezembro. E pensei: Moleza!Mas hoje quando abri o posts das meninas Melina, Loma e Maki, e descobri qual era o tema de verdade, fiquei em um  impasse: E agora?! Não sei sobre o que escrever.

Calma, vou explicar!

Quando era criança a até o início da vida adulta, eu sempre passava o Natal com minha mãe na casa dos meus avós, juntamente com toda a minha família: tios, primos, amigos da família, casa cheia (ou seria o quintal?). Uma farra só! Era o momento de ver todo mundo junto, conversando, dançando, trocando presente, celebrando na maior alegria até alta madrugada. No dia 25/12, logo de manhã recebia a visita do meu pai que me buscava para almoçar com ele e passar toda a semana até o ano-novo em sua casa ou viajando. E por muitos anos foi assim, nessa pequena rotina. Só que o tempo passa, a gente cresce, as rotinas se alteram, as prioridades das pessoas se modificam: os primos vão celebrar em outros lugares e com outras famílias, a gente mesmo passa a ir para outros lugares. O que é super normal e natural. É a vida! E desde que minha vó morreu, há uns 5 anos atrás, as coisas começaram a mudar mais ainda.

Morando em São Paulo, longe do RJ e tendo pais separados e familiares que moram longe uns dos outros, passar o Natal lá é sempre uma grande correria. Eu e Eduardo temos que nos desdobrar para conseguir estar algumas poucas horas com as pessoas que amamos. É desgastante, cansativo e em alguns momentos, nem vale tanto a pena assim. Parece que estamos mais cumprindo tabela do que celebrando o Natal.

No inicio desse ano decidi que iria comemorar essa data de forma diferente. Não sei bem como vai ser esse ano. Posso dizer que estou vivendo uma transição de tradições: deixando de fazer algumas, criando outras novas e adaptando algumas outras. Refletindo sobre essa época do ano, o que ela representa para mim e como posso tornar essa época especial e quem sabe conseguir de alguma forma honrar a memória da minha vó que amava tanto essa época do ano.

Na verdade, eu tenho um sonho. Um grande sonho de natal. Queria ter uma casa perto dos meus familiares com uma sala ampla, bem aconchegante. Eu montaria uma árvore de Natal bem grande com muitos enfeites, passaria o mês todo ouvindo músicas natalinas, prepararia uma ceia simples porém bem gostosa e receberia nossos pais, irmãos e quem mais quisesse chegar e celebraríamos essa data maravilhosa de forma quase cinematográfica. Desculpem-me, mas Hollywood e seus filmes elevaram minhas expectativas natalinas.

Enquanto eu não realizo esse sonho, acho que o que mais amo no Natal e nessa época do ano em geral é esse sentimento de esperança e de ciclos sendo concluídos e novos sendo criados.

Pois é assim que me sinto: esperançosa.  Sei que é tempo de mudanças e que em breve poderei compartilhar por aqui as coisas que mais amo nessa época do ano ou alguma tradição que passei a ter ou que criei

Sonhos e esperanças: é o que mais amo no Natal

o amorzices é um projeto mensal, publicado todo dia 15, criado pelo trio amorzinho Sernaiotto + Serendipity + Desancorando e que terá um tema de base: amor. a partir daí, a gente vai falar sobre um monte de coisas. o tema de dezembro é ‘o que você ama dessa época do ano?’

Veja também

3 comentários no blog
comentários pelo Facebook

  • Reply maki 17 de dezembro de 2017 at 12:40

    Karin, amei o seu sonho natalino à la O Amor Não Tira Féria (aliás, amo esse filme meldels). acho que o mais legal dessa época do ano é mesmo essa coisa de começar e terminar ciclos, de renovação, de lembrança de quem a gente é da nossa meta, né?
    ah, e essa foto TÁ A COISA MAIS FOFA DO MUNDO SOCORRO!

  • Reply Bruna Baez 18 de dezembro de 2017 at 10:59

    “esse sentimento de esperança e de ciclos sendo concluídos e novos sendo criados.” Pra mim o texto todo poderia ter sido isso que diria exatamente como me sinto na época do Natal e Ano Novo! Boa sorte na criação da sua nova tradição, a vida é feita desses rituais que nos trazem calor pro coração! Você vai encontrar, tenho certeza. Bjs, querida!

    • Reply Karin Paredes 9 de Janeiro de 2018 at 09:39

      Obrigada Bruna, pelas felicitações!
      Tenho adorado o seu carinho por aqui no blog.
      Mil beijos!!!

    Deixe seu comentário