Pessoal

34 anos

34 anos
Karin está fazendo 34 anos

Minha mãe me disse que eu nasci em um domingo ensolarado e enquanto escrevo esse texto estou na torcida para que os meus 34 anos seja em um dia como esse. Porque esse ano ele cai em um domingo

Eu vou continuar achando muito estranho essa coisa de envelhecer. Sério! Não consigo me identificar com essa idade, talvez seja porque na minha imaginação de criança e adolescente ter essa idade significava ser bem sucedida, ter estabilidade emocional e financeira ou qualquer outra estabilidade que a minha cabecinha achava que eu tinha que ter. Talvez seja a visão de vida adulta que tínhamos espelhada um pouco em nossos pais. Mas na real, eu sempre irei me achar com alma de 21 anos.

Fazer 34 anos é algo muito irreal para mim. Talvez porque os anos passam e não consigo acompanhar essa velocidade, não consigo acompanhar essa idade. muito estranho conciliar a vida adulta, boletos, pagamentos, financiamentos, horários e assinaturas e a vontade descontrolava de ficar na sofá acompanhada de um pote de pipoca um prato de brigadeiro e ficar assistindo filme na TV.

34 anos

Esse ano de 2019 estou pensando um pouco em mim e de realizar alguns desejos e sonhos e organizar a vida para realizar tantos outros que estão na lista. Estou me preparando psicologicamente e financeiramente para mudanças. Com isso comecei a fazer terapia, fiz a minha primeira tattoo na semana passada e estou me preparando para fazer uma consultoria de estilo. Tenho estudado mais por conta própria sobre assuntos que me interessam e de certa forma estão ligadas a minha profissão.

Mas uma das decisões acertadas nessa pré-vida de 34 anos é ter ido fazer terapia. Minha cabeça tem se aberto para tantas questões da minha vida, da minha personalidade, do meu mundo. Coisas que nem eu sabia que podiam influenciar o que eu sou e que são totalmente responsável pelo que sou. Sério, quem puder, faça terapia! Não espera para chegar até os 30’s para fazer, comecem o quanto antes. Comece já! É o melhor autocuidado que você pode dar para si. Depois eu vou falar um pouco mais sobre em um post dedicado.

Como já é de praxe, eu queria ter feito uma sessão de fotos para ilustrar esse post com a minha pessoa linda e maravilhosa (auto estima e modéstia passaram longe). Mas a vida ela prega peças e felizmente essa é positiva. Estou nesse momento revisando esse post na sala de embarque do aeroporto embarcando para um dos lugares mais encantadores do mundo para comemorar como criança o meu aniversário de adulta.

Você poderá gostar de…

2 Comentários

  • Responder
    BA MORETTI
    22 de setembro de 2019 às 12:30

    a vida é isso, essa coisa doida mesmo, cheia de surpresas e fazendo a gente enxergar que não precisa viver a vida dos outros. cada um no seu tempo, seu ciclo, seus sonhos, etc etc etc.

    só sei que é muito legal poder acompanhar isso por aqui, pelos stories, e tudo mais. o blog meio que fez essa ponte louca sabe, da gente conhecer outras pessoas, em outros cantos, e acompanhar essas novas fases enquanto a gente vai se esbarrando e se encontrando nas nossas fases também.

    nunca é tarde e a gente tem idade pra fazer o que quiser como quiser. nem nova demais, nem velha demais. no tempo certo, no nosso tempo ♥

    • Responder
      Karin Paredes
      22 de setembro de 2019 às 12:35

      Ba!
      Eu amo tanto suas visitas por aqui!
      Essa coisa da internet, dos blogs … acho que eu não seria a metade do que sou se eu não tivesse me enveredado por essas bandas aqui, sabe!
      Obrigada pelo carinho e amor de sempre e por estar por aqui sempre comentando e lendo os meus textos
      Um super beijo!

Deixe uma resposta para Karin Paredes Cancelar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.